quinta-feira, julho 15, 2010

A SINGELA HOMENAGEM AO APÓSTOLO PERNAMBUCANO DA CARIDADE




























































O cenário foi o lugar que ele mais amava, a casa onde morou por bastante tempo com sua esposa dona Iracy e onde nasceu seu filho Danilo, que também é a Casa de Oração e Trabalho onde praticava a caridade. Os convidados presentes aqui do plano material eram seus amigos, familiares, pessoas que tiveram suas vidas e/ou suas famílias preservadas e mantidas unidas por seus conselhos, sua equipe de labuta da Casa dos Espíritas de Pernambuco, claro , a turma do plano espiritual, que com certeza estavam presentes na mesa de trabalho ou no salão participando deste banquete celestial. Assim foi a reunião em homenagem ao Apóstolo da Caridade de Pernambuco, João Batista Cordeiro Campos. Danilo, seu filho, abriu os trabalhos. Paulo, seu sobrinho, proferiu as preces de abertura e encerramento. Ivanira, uma trabalhadora espírita, fez um relato de sua vida profissional, seu relacionamento com seus subordinados nas empresas que trabalhou, o exemplo de sua moral ilibada, seu trabalho de caridade e amor ao próximo. Danielle, sua neta, declarou que ele foi a pessoa mais importante em sua vida. Ela se considerava a única pessoa no mundo que tinha um "Anjo da Guarda Encarnado ". Danilo, seu filho , falou do relacionamento pai-filho mostrando diversas situações que mostravam o bom humor de Campos. No encerramento da solenidade, antes da prece, José Mario Austregésilo, radialista e professor do Departamento de Comunicação Social da UFPE, apresentou um DVD, com a exibição, em imagem e som, do curriculum de João Batista Campos. Em seguida, as pessoas presentes ao evento, ouviram a interpretação do próprio Campos da "Oração da Ave Maria", levada ao ar, durante anos pela Rádio Clube de Pernambuco, na voz do primeiro locutor de rádio pernambucano, Abílio de Castro. Ainda com a interpretação emocionante do precedente líder da Casa dos Espíritas de Pernambuco, João Batista Cordeiro Campos, os presentes ouviram o poema "Pegadas na Areia". Os tres momentos, a oração da Ave Maria, o poema Pegadas na Areia e o resumo da vida de Cordeiro Campos, com imagens projetadas no telão, trouxeram de volta grandes recordações, quando a voz do lider espiritual ecoou pela salão principal da Casa dos Espíritas de Pernambuco, enchendo o espaço de harmonia, paz e emoção, levando muitas pessoas às lágrimas, ao ouvir aquele que durante toda a sua vida, esteve alí, em pessoa, proferindo palavras de amor e orando pelos seres humanos de todos os recantos do universo, principalmente os pobres, aqueles que ele considerava "os da última lona." Foi uma despedida que teve um sabor de um "até logo", em futuros momentos onde o grande mestre Batista Campos poderá receber a todos para orar e fazer o bem, deixando sempre, além das lágrimas, a certeza de que vale a pena praticar a caridade, pois fora dela, não há salvação. Com certeza , Campos deveria estar em um dia muito feliz dizendo com sempre "EU NÃO MEREÇO ISSO "
xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
COMENTÁRIOS VIA E-MAIL

Papi,
Foi uma honra para nossa família, ter conhecido e aprendido com seu Campos os princípios da doutrina de kardek. Lembro das tardes de domingo, que por ser adolescente, muitas vezes ficava chateada por ter que ir para casa dos espiritas e perder alguns passeios, mas quando chegava lá e via seu Campos com todo aquele despreendimento ensinando, ajudando os necessitados que vinham em busca de algum auxilio, parecia que tudo fazia sentido ...
Engraçado como hoje a sede da Casa dos Espiritas me vem na lembrança como uma fase boa e calma da minha vida, com certeza os ensinamentos do Seu Campos não serao em vão...que o espírito de Daniel tenha preparado uma recepçao tão boa quanto foi essa homenagem que fizeram para ele aqui na terra. Bjs Ediânia - SP Enviado pelo meu aparelho BlackBerry da Claro

Sr Edson Excelente seu blog e matéria homenagem a Sr Campos foi realmente especial e única.
Ele foi e será sempre nosso maior exemplo de dedicação, amor, respeito ao próximo, a causa espírita e principalmente aos espíritos guias que sempre o orientaram Daniel e Jacob, guias e mentores da Casa dos Espíritas de Pernambuco, agora com mais dois menbros na espiritualidade, Sr Campos e Dna Iraci, com certeza eles estarão presentes nos orientando e guiando seu filho amado Dr. Danilo Campos, para a realização e continuidade dos trabalhos da instituição, juntamente com todos nós trabalhadores. Abraços Kátia Lopes - Recife

Nenhum comentário: