domingo, julho 05, 2015

 Eu já escrevi aqui sobre os famosos Luaos no Parque dos Coqueiros com Maconha e Sexo free. Pois este final de semana foi muito forte. As folhas dos coqueiros foram quebradas e transformadas em cabanas nupciais, Eu com um soldado da PMPE encontramos, os tocos de cigarros de maconhas. O posto dos bombeiros salva-vidas no local, teve os vidros das portas e janelas quebrados. Além de crime ecológico depredam o bem público e ninguém toma providência.
Solicitamos que a PMPE e a PCR que nos dias de Lual destaque pessoas para a área para cuidarem da ordem e da segurança pública.  

2 comentários:

Alberto Figueiredo disse...

Oh amigo Edson!
Que providencias você esta falando?
Se fossemos eu ou você que estivéssemos com duas ou três “CRIANÇAS” de 17 anos e 11 meses, mesmo que tivessem mais horas de cama que urubus de voou, à noite na praia fazendo sexo, seríamos tarados mais como muito provavelmente são as inimputáveis crianças de 17 anos e 11 meses que foram á praia à noite numa brincadeira saudável e educacionalmente aceitável, visto o engajamento e adequação aos novos parâmetros sociais nos quais pinguço estuprador e traidor é presidente, ladrão ministro, assassino e terrorista prisidenta. Dimenor pode assediar estuprar, roubar, matar (inclusive pai e mãe, avô e avó nem se fala) ocultar cadáveres e ser recebido como hóspede em instituições pagas pelas famílias dos que tiveram a sorte de serem alvo desse amor tão inocente, o que choca tanto o senhor?
Sabe quanto o admiro, prezo sua amizade, respeito seu conhecimento cultura e postura mais convenha, sua indignação chega ser inocente ante os valores que hoje são tidos como normais na sociedade brasileira.
O Parque dos Coqueiros além de uma inciativa ecológica, turística e educacionalmente exemplar é prova de um amor ímpar á natureza ao lugar que se adota ou tem como berço.
Muito provável tenham sido representantes desta parcela de nossa sociedade que ante os ensinamentos alimentados pelo atual conceito de libertinagem travestida de liberdade tenham deixado no Parque dos Coqueiros a marca de uma juventude arauto de uma provável decadência.

Edson Campos E Silva disse...

A providência que pedi está escrito nos jornais, no blog, no Email e no Facebook. Que a autoridades competentes mandem políciais para manter a ordem. Um abraço