quarta-feira, abril 24, 2013

Eng Edson Campos faz Palestra sobre NIÓBIO no Clube de Engenharia de PE

- NIÓBIO MAIS UMA, DAS GRANDES VERGONHAS NACIONAIS
- IMLB - INSTITUTO MÃOS LIMPAS BRASIL

Meu Nome é Edson Campos e Silva. Sou de Santarém PA, engenheiro mecânico da turma de 1971, pelo Centro Tecnológico da Universidade Federal do Pará. Minha formação profissional, é toda voltada para o suporte à grandes obras no Brasil. Trabalhei na família Caterpillar por mais de trinta anos, dando cobertura as máquinas em grandes projetos como: as hidrelétricas de Balbina, Tucurui, Itaparica e xingó. Em estradas como Transamazônica, Santarém Cuiabá, Perimetral Norte, Manaus Porto velho, Manaus Caracaraí. Em grandes projetos como Icomi, Jari, Porto Trombeta e Carajás. Com todo esse currículo, consegui uma aposentadoria do INSS, por tempo de serviço, de aproximadamente 20 kg de nióbio purificado, que pela cotação da bolsa de Londres, dá menos de R$ 3.000,00. Atualmente moro em Recife, tenho três netos em Fortaleza, três em Buenos Aires e 232 netos-coqueiros que plantei na praia de Boa Viagem. Eles são toda a minha riqueza. Sou diretor, para o estado de Pernambuco, do IMLB- Instituto Mãos Limpas Brasil. Um grupo com o lema de ser a entidade mais ética do Brasil, cujo objetivo maior, é combater a corrupção.  

O Nióbio é um mineral altamente estratégico utilizado pelas indústrias aeronáutica e aeroespacial, bem como na fabricação de armas nucleares e em seus vetores. A atual tecnologia, em numerosas fabricações, faz que nióbio, possa substituir entre outros metais, o molibdênio, vanádio, níquel, cromo, cobre e titânio, propiciando assim que ele seja utilizado na fabricação de um número crescente de produtos. Ele tem uma grande resistência a altas temperaturas, com ponto de fusão acima de 2000 graus centígrados. É utilizado para melhorar as propriedades de outros elementos.
O que poucos brasileiros sabem é que o nosso país é praticamente o único fornecedor deste valiosíssimo mineral, visto que 98% das reservas mundiais estão em solo brasileiro, e é exportado por preços irrisórios regulado pela Bolsa de Londres. 
- É encontrado em Minas, (Araxa e Tapira), Amazonas(São Gabriel da Cachoeira e Presidente Figueiredo, e Goiás(Catalão e Ouvidor). 
- A política econômica vigente no Brasil, há muito tempo privilegia os interesses das empresas multinacionais, prejudicando nosso desenvolvimento, e fazendo de nosso país, um dos campeões mundiais da desigualdade social com tantas riquezas. O Nióbio, é mais um exemplo gritante, do criminoso processo de lapidação de nossas riquezas nacionais, desde 1954 e preservado por todos os governos civis e militares até hoje. Mas é chegada a hora, dessas ideologias anacrônicas, darem lugar à única ideologia que interessa à Nação brasileira: a ideologia dos interesses nacionais!!! É hora de darmos um basta a essa criminosa exploração de nossas riquezas, que beneficia mais as nações mais poderosas do planeta, do que ao povo brasileiro.
- Estudos desenvolvidos por especialistas, como o engenheiro Ronaldo Schlichting, de Curitiba, revelam que o Brasil está perdendo a cada ano dezenas e dezenas de bilhões de dólares. O conhecido advogado paulista (e nacionalista) Ribas Paiva, acaba de confirmar que o prejuízo anual do Brasil, com as exportações do nióbio, chega a casa dos 100 bilhões de dólares por ano. O Dr. Ribas apresentou uma denúncia ao MP Federal, a respeito do sub-faturamento do Nióbio. Infelizmente foi arquivada. Com esse dinheiro que está sendo drenado para o exterior, poderíamos aplicá-os em educação ou saúde, que são outras vergonhas nacionais.
- O Instituto Mãos Limpas Brasil, vai fazer nova denúncia no MP Federal, a qual esperamos, que não seja arquivada. Vamos mobilizar a sociedade brasileira para convencer nossas autoridades a tomarem as providências necessárias, para acabar com esta Vergonha Nacional  permitida pelos nossos governantes. 
- Gostaríamos de saber se algum dos participantes deste seminário ( bem como, os agentes públicos dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário ) poderia nomear um só Procurador da República, um Juiz Federal, um Delegado da Polícia Federal ou um Inspetor da Receita Federal, que tenha afirmado, em processo oficial, que as denúncias sobre as fraudes na exportação de nióbio não são verídicas.
- Conclamamos também nossas FFAA, a se integrarem com as parcelas mais esclarecidas de nossa sociedade, para que o Brasil deixe de ser espoliado e explorado. Nosso país vai ter que enfrentar no futuro, grandes e graves problemas, como novas crises do sistema financeiro mundial. Para sobreviver como Nação, e até fisicamente como indivíduos, temos que acabar com os mecanismos responsáveis, pelo atraso de uma das nações mais ricas do planeta, principalmente pelo beneficiamento no Brasil, dos minerais de nossas fabulosas riquezas naturais, para agregar valor ao produto.
- Convidamos todos aqui presentes, a cerrarem fileira conosco neste movimento do Nióbio, seja ingressando em nosso Instituto ou estabelecendo parcerias, quando pertencerem a outras entidades. 
- Queremos agradecer o Clube de Engenharia de Pernambuco, através deste dínamos nióbico, o presidente Alexandre Santos, que nos honrou com este convite. Alexandre também, nos tem honrado com sua presença via internet na nossa sala de debates, onde os nossos associados de todo o Brasil estão trocando idéias via internet.
Estamos montamos uma rede com milhares de participantes, que por sua vez vão se comunicar com milhões de internautas. Trata-se de um movimento estruturado, com base num planejamento estratégico e num sistema organizacional, inspirado nos modelos adotados pelas grandes empresas, visando a moralização do Poder Público em nosso país.
Para ingressar nesse movimento, basta enviar um e-mail para contato@maoslimpasbrasil.com.br

Mtnos Calil -  Presidente mtnoscalil@terra.com.br
Adriano Benayon - Coordenador Geral do Movimento Nióbio abenayon@brturbo.com.br
Edson Campos e Silva - Diretor de Pernambuco. ecampos@globo.com

2 comentários:

ALBERTO FIGUEIREDO disse...

Parabéns Calil Edson é uma grande batalhador e patriota.
Adriano dispensa apresentações e vc idem.
Pelo menos em PE muita gente vai saber o que é Nióbio, eu, dentro das modestas possibilidades divulgarei tudo.
Abraços

Edson Campos E Silva disse...

Batalhador é você Figueiredo. Postei esta matéria no meu blog e Facebook à pedido de algumas pessoas que me consultaram se eu sabia alguma coisa sobre o Nióbio. O acesso foi muito bom o que demonstra interesse